Minicursos

 

Manhã - 28/08/2022
8h às 12h


Minicurso 01

Materiais de absorção sonora

Os materiais de absorção sonoros são utilizados em diversas situações do cotidiano, como na aeronáutica, automobilística, em edificações, assim como em equipamentos residenciais ou industriais. Este minicurso tem a intenção de passar um panorama geral sobre o assunto, que é tão importante na área da acústica. Serão revistos os conceitos e as classificações dos materiais, assim como os modelos analíticos mais importantes usados na prática. Os parâmetros de desempenho como a absorção sonora e a perda de transmissão serão revistos, elucidando as possibilidades de medições experimentais existentes na literatura e em normatizações. Uma série de parâmetros macroscópicos (acústicos e estruturais) que representam a estrutura porosa dos materiais também serão apresentados, assim como as técnicas experimentais de medição de cada um deles. Abordagens numéricas (elementos finitos e elementos de contorno) da aplicação de materiais porosos serão repassados com a intenção de elucidar situações práticas. Para finalizar o minicurso, conceitos bastante atuais sobre metamateriais e múltiplos ressonadores serão apresentados.

 

Palestrante: Paulo Henrique Mareze - UFSM
Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Maringá. Cursou o mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, na área de Vibrações e Acústica, sob orientação do professor Arcanjo Lenzi. Atualmente é professor efetivo do curso de graduação em Engenharia Acústica da Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, na qual leciona frequentemente Fundamentos de Acústica, Controle de Ruído, Métodos Experimentais em Acústica e Vibrações e Métodos Numéricos em Acústica e Vibrações. As principais linhas de pesquisa envolvem: Caracterização Experimental e Numérica da Absorção Sonora materiais porosos aeronáuticos/automobilísticos e de amostras asfálticas (e betuminosas); Desenvolvimento da Técnica de Intensidade Sonora para imageamento de Fontes; Estudo de múltiplos ressonadores e metamateriais periódicos para controle de ruído e vibrações em baixa frequência. Modelagem em Elementos Finitos e Elementos de Contorno de problemas vibroacústicos com ou sem dissipação viscotérmica.  Em 2019 realizou pós doutorado na Universidade de Coimbra (Portugal), com desenvolvimento de códigos de simulação numérica de materiais absorvedores de ruído e metamateriais acústicos, assim como o desenvolvimento de experimentações com materiais de impressões 3D otimizados.

 


Minicurso 02

Medições em campo e em laboratório de desempenho acústico de edificações

A partir de cases práticos, serão abordados os principais aspectos dos procedimentos de ensaios para análise de materiais, elementos e sistemas construtivos e a classificação de desempenho acústico. Será focado nos experimentos de ensaios para a determinação do desempenho acústico em laboratório e em campo: equipamentos, infraestrutura e aspectos normativos. A caracterização de materiais será abordada em ensaios de rigidez dinâmica e fluência à compressão para camadas resilientes de pisos flutuantes, e coeficiente de absorção sonora para materiais de revestimento.

 

Palestrante: Maria Fernanda de Oliveira - UNISINOS
Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Unisinos, mestrado em Engenharia Civil pela UFSM, doutorado em Engenharia pela UFRGS e Pós-Doutorado no LNEC/Portugal. Atualmente integra a coordenação da Regional RS da SOBRAC e exerce atividades na Unisinos como pesquisadora do itt Performance, coordenadora do LAVIT (Laboratório de Acústica, Vibrações, Iluminação e Térmico), professora e coordenadora do PPG em Arquitetura e Urbanismo. Produção em pesquisas aplicadas e prestação de serviço para empresas da construção civil com ênfase em desempenho acústico de edifícios.

 

Minicurso 03
Otimização em vibrações e acústica

Neste curso, serão apresentadas as principais estratégias para a aplicação de metodologias de otimização em problemas de vibrações e acústica. Inicialmente, uma breve revisão sobre métodos matemáticos e heurísticos será realizada. Em seguida, serão demonstradas algumas técnicas para a adaptação de grandezas acústicas e vibratórias como função objetivo e restrição em problemas de otimização. Métodos para análise de sensibilidade de tais grandezas também serão apresentados. De posse destes fundamentos, exemplos utilizando otimização paramétrica, de forma e topológica serão detalhados e discutidos.

 

Palestrante: Olavo M Silva, Dr. Eng. - UFSC
Engenheiro Mecânico (UFSC/2004) e Doutor em Engenharia Mecânica (UFSC/2017). Pesquisador da Fundação Stemmer para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Membro da International Society for Structural and Multidisciplinary Optimization. Revisor técnico de Revistas como Journal of Sound and Vibration e Structural and  Multidisciplinary Optimization. Suas pesquisas tem foco em otimização topológica e de forma aplicada ao desenvolvimento de produtos de baixo ruído.

 

Minicurso 04
Paisagem sonora urbana

O curso se traduzirá em uma experiência didática, científica e sensorial sonora nos jardins do Costão do Santinho Resort e seu entorno. Nele serão desenvolvidas atividades de sensibilização dos participantes sobre a importância da Paisagem Sonora para o bem-estar e qualidade de vida no ambiente urbano, bem como discutida a sua aplicação como ferramenta de Planejamento Urbano.

 

Palestrante: Antonio Carlos Lobo Soares - MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI
Arquiteto PhD e especialista em Engenharia Acústica pela Universidade de Lisboa, PT. Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente Urbano pela Universidade da Amazônia, BR. Museólogo, Artista Plástico e Tecnologista Sênior do Museu Paraense Emílio Goeldi. Hoje é secretário da SOBRAC Norte.

 

Minicurso 05
Realidade virtual acústica e simulação computacional em acústica de salas

Neste minicursos serão abordados os seguinte tópicos:

O que é efetivamente Realidade Virtual Acústica; O significado e a importância da aurilização; Princípios básicos de modelagem acústica; As duas regiões definidas pela frequência de Schroeder; Baixas frequências: o método dos elementos de contorno; Médias e altas frequências: a acústica geométrica; Diferentes modelos em acústica geométrica e métodos híbridos; Validação dos métodos: os quatro round-robins; Desvios (ainda) apresentados por diversos programas; Um ponto frágil: a medição de coeficientes de absorção e espalhamento; Técnicas de inteligência artificial aplicadas à geração de aurilização; Aurilização dinâmica: como reduzir a complexidade computacional; Alguns exemplos bem sucedidos de aurilização.

 

Palestrante: Roberto A. Tenenbaum - UFSM
Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1972), especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Fundação Getúlio Vargas (1976), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1975) e doutorado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1987). Foi docente e pesquisador por mais de 30 anos (1974-2004) do Departamento de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica da COPPE, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi também Professor Associado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, atuando no Departamento de Engenharia Mecânica e Energia e na pós-graduação em Modelagem Computacional do Instituto Politécnico (IPRJ), Campus Regional de Nova Friburgo, RJ, por mais de 12 anos (2006-2018). Atua na área de Dinâmica, Acústica e Vibrações. Tem seis livros publicados na área de Dinâmica, sendo dois no exterior, e dois livros publicados na área de Acústica.  É membro emérito e fundador da Associação Brasileira de Ciências Mecânicas (ABCM) e membro fundador da Sociedade Brasileira de Acústica (SOBRAC), além de membro da Acoustical Society of America (ASA). É bolsista de produtividade em pesquisa (PQ) do CNPq desde 1990 e foi Procientista da UERJ. Foi o criador e Coordenador do Laboratório de Instrumentação em Dinâmica, Acústica e Vibrações (LIDAV) do IPRJ de 2007 até 2018. Atualmente é Professor Titular Visitante do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Maria. Suas principais linhas de pesquisa atuais são: vibroacústica e identificação de fontes sonoras; realidade virtual acústica e modelagem de funções de transferência relativas à cabeça humana; aurilização de salas e realidade virtual acústica; simulação numérica de campo acústico em salas; qualidade acústica de salas de aula; avaliação acústica de salas de concerto; identificação de dano estrutural a partir de ensaios de propagação de ondas acústicas e de vibrações; e problemas inversos em dinâmica, acústica e vibrações. É o criador e desenvolvedor do código computacional de simulação e aurilização em salas RAIOS 7.

 

 

Tarde - 28/08/2022
13h30 às 17h30

Minicurso 06
Acreditando na competência das medições acústicas (ISO/IEC NBR 17025)

Muitos dos problemas acústicos existentes são solucionados após análises de resultados de medições. Laboratórios encarregados em realizar as medições têm, na acreditação, uma oportunidade de comprovar a sua competência metrológica. Serão apresentadas as vantagens que os laboratórios têm ao optarem por serem acreditados por um organismo neutro, como é a Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) do Inmetro. Serão apresentados os requisitos gerais de competência de laboratórios contidos na norma internacional ISO/IEC NBR 17025, com particular ênfase em acústica. As etapas de um processo de acreditação pela CGCRE serão exemplificadas. Serão discutidas questões relativas às estruturas dos laboratórios acreditados e os volumes de controle de documentação necessários na manutenção da acreditação, visando desmitificar uma ideia comum de que a acreditação só é possível para laboratórios administrados por grandes empresas.

Palestrante: Paulo Massarani - INMETRO
Engenheiro mecânico mestre e doutor em ciências pelo programa de engenharia mecânica da COPPE/UFRJ. É servidor do laboratório de ensaios acústicos desde 1997, sendo atualmente o chefe do laboratório. Titular do conselho deliberativo da Sobrac na atual gestão e membro da Comissão de Estudo Especial de Acústica ABNT/CEE 196. Atua como avaliador técnico da CGCRE há 20 anos, compondo equipes de avaliação de laboratórios de ensaios em processos de acreditação pela ISO/IEC NBR 17025.

 

Minicurso 07
Acústica em escritórios

A produtividade está relacionada com a condição acústica. É hora de entender e adequar nosso ambiente de trabalho, seja um escritório panorâmico ou de salas privativas. Grande parte dos problemas acústicos referentes a distrações por conversas alheias e falta de privacidade, podem ser evitados desde a fase de projeto. Venha conhecer estas recomendações e melhore seu vocabulário técnico.

Palestrante: Felipe Barreiros Paim - AUDIUM
Arquiteto e Urbanista, formado pela UFBA, com intercâmbio na FAUP; Pós-Graduação em Engenharia Acústica de Edifícios e Ambiental pela FDTE-USP em parceria com o IST de Lisboa; Pós-Graduação em Conforto Ambiental e Sustentabilidade pela UNIME; Professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da UCSAL; Coordenador da Pós-Graduação em Conforto Ambiental e Sustentabilidade da UCSAL; Orientador do Grupo de Pesquisa PRÁXIS da UCSAL; Líder de Projetos na empresa AUDIUM.

 

Minicurso 08
Aplicação das Novas Normas de Ruído Ambiental

Acústica em áreas habitadas se refere à poluição sonora em grandes centros urbanos e áreas rurais. A norma ABNT NBR 10151 define referenciais para controle e planejamento sonoro de tais áreas habitadas. Sendo que os níveis de pressão sonora devem ser medidos de acordo com o procedimento normatizado ao se valer de métodos consagrados e equipamentos específicos e calibrados. A análise dos dados e a forma de redação dos relatórios também foi revista nesta nova versão da norma lançada em 2019, a qual está mais ampla e complexa. Temos que ter a ciência de que essa normatização é essencial para a qualidade de vida das pessoas, tendo em mente que a NBR 10151 é a base para diversas leis municipais que determinam como estabelecimentos devem se portar frente à poluição sonora e como o poder público deve diagnosticar o segundo maior problema ambiental do mundo.

 

Palestrante: Pablo Giordani Serrano - PORTAL ACÚSTICA
PhD em Engenharia e Meio Ambiente pela University of Southampton e mestre em Engenharia Mecânica com foco em Aeroacústica Computacional pela UFSC. Membro da Comissão de Estudo Especial de Acústica ABNT/CEE 196 e Diretor do Portal Acústica, atuando como consultor acústico, empresário, editor e professor em todo o território nacional.

 

Minicurso 09
Controle de Ruído

Conceitos básicos de geração de ruído. Níveis e espectros de ruído. Curva de ponderação A. Níveis aceitáveis de ruído. Protetores auriculares. Materiais acústicos. Painéis de absorção sonora. Isolamento acústico. Controle de ruído por enclausuramento. Barreiras acústicas. Exemplos práticos. Noções de controle de ruído na fonte. 

 

Palestrantes: Arcanjo Lenzi - UFSC
Eng. Mecânico pela UFSC, Mestrado e Doutorado pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Professor Titular do Dpto de Eng Mecânica da UFSC, Docente do Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica da UFSC. Desenvolve pesquisas nas áreas de ruído de máquinas, Analise Estatística de Energia (SEA), controle de ruído e vibração aplicados a sistemas de refrigeração e painéis aeronáuticos.